Indústria de componentes automotivos começa a operar em Viamão

Indústria de componentes automotivos começa a operar em Viamão

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) entregou, nesta quarta-feira (23), a licença prévia de operação para a Viemar Indústria e Comércio Ltda. A empresa, que está transferindo sua planta de Porto Alegre para Viamão, promete aumentar os atuais 400 postos de trabalho para 750 empregos diretos até o próximo ano. A planta foi erguida às margens da RS-118, em uma área de 150 mil m², e as operações já deverão ser iniciadas.

O documento autoriza a operação parcial da nova indústria para a atividade de produção de peças, conjuntos e kits automobilísticos. A autorização contempla a etapa de fabricação de componentes – recebimento de peças, usinagem, laminação, furação e expedição.

O tempo total de análise das licenças prévia, de instalação e operação começou em abril do ano passado. Segundo a presidente da Fepam, Marjorie Kauffmann, a atuação da empresa está de acordo com os requisitos ambientais.

— O projeto foi cuidadosamente pensado a partir do planejamento econômico e ambiental, possibilitando a ampliação futura dessa fábrica. Também tem tratamento de efluentes, captação fluvial, impermeabilização do piso. Essas e outras condicionantes ambientais estão de acordo com as exigências ambientais — disse.

A prefeitura de Viamão comemorou a chegada da empresa no município. O prefeito Valdir Bonatto disse haverá desenvolvimento e geração de renda:

— Em um momento de retomada da economia, a concentração das operações de uma empresa do porte da Viemar em Viamão representa um marco para a cidade. 

A indústria de Porto Alegre, localizada no bairro Anchieta, já não tinha mais espaço para ampliação. Com a nova planta, todas as operações da empresa – o que inclui Caxias do Sul, São Leopoldo, Canoas e Capital – serão concentradas na área de 150 mil m² de Viamão.  

A empresa

A Viemar Automotive é uma fabricante nacional de autopeças, líder no mercado de reposição no segmento de suspensão, direção e freios. 

Segundo a empresa, a licença de operação parcial da nova planta Viamão possibilitará a ampliação da produção de peças das linhas de suspensão, direção e freios automotivos produzidos para atendimento do mercado de reposição independente no Brasil e na América Latina.

A licença contempla a operação de produção de componentes, que iniciará com fase de usinagem ainda neste mês.