Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
13/12/2018 às 14:24 - 0 ano(s), 3 mês(s), 11 dia(s), 15 hora(s), 18 minuto(s) e 1 segundo(s)
Atlético-PR vence Júnior Barranquilla nos pênaltis e é campeão da Sul-Americana
Atlético-PR vence Júnior Barranquilla nos pênaltis e é campeão da Sul-Americana

Furacão sofreu com empate em 1 a 1 no tempo normal, mas celebrou seu primeiro título continental.


Foi com sofrimento, mas o Atlético-PR conquistou, já na madrugada desta quinta-feira, em Curitiba, o título da Copa Sul-Americana. Os times repetiram empate em 1 a 1 no tempo normal e o Júnior de Barranquilla ainda perdeu um pênalti na prorrogação. Nas cobranças definitivas, os colombianos desperdiçaram outras duas penalidades e abriram caminho para o primeiro título continental dos paranaenses.


Os dois times empataram em 1 a 1 no primeiro jogo, em Barranquilla, no dia 5. Sem vantagem para nenhum dos dois times, o Furacão começou a decisão com muita pressão. E foi dono das ações na etapa inicial, empurrado pelos 40.263 torcedores que bateram o recorde da nova Arena. Após pressionar muito, o rubro-negro abriu o escore aos 26 minutos da etapa inicial.

 

 

Após erro de passe da defesa do Barranquilla, Raphael Veiga lançou para Pablo na área, que dominou, e tocou na saída do goleiro Viera. Depois disso, o Furacão apertou a marcação no meio de campo, explorou os contra-ataques e segurava o Junior Barranquilla.

 

 

Na fase final o panorama mudou, com a equipe colombiana pressionando muito em busca do empate. Aos 11 minutos, após uma cobrança de escanteio da esquerda, o zagueiro Jefferson Gómez desviou de cabeça para o meio da área e o atacante Teo Gutierrez cabeceou fora do alcance do goleiro Santos para empatar.

 

 

O jogo arrastou-se até o final e provocou a prorrogação. Aos 3 da fase final, o goleiro Santos derrubou Yony González na área. Pênalti que o meia Barrera chutou para fora.

 

 

Vieram as cobranças de penalidades para definir o campeão. O Junior voltou a pecar no fundamento, desperdiçando uma cobrança com uma bola colocada na trave e outra, que foi isolada por cima. O Furacão também perdeu um, que poderia ser do título, mas a taça veio na cobrança feita por Thiago Heleno, decretando a vitória de 4 a 3 nos pênaltis.

 

 

O campeão da Sul-Americana enfrentará o River Plate, em fevereiro, para decidir a Recopa. Além do título, a premiação é de R$ 25 milhões e garantia de uma disputa contra o melhor time da América Latina.

 

 

 

Curta e Compartilhe no Facebook

Google+

 

 

 


Veja mais sobre Esporte [+ notícias]

Última Edição

Tribom Social

Confira aqui as principais notícias da região

Fórum do Leitor do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!

 

 

 

 

Visitantes: 17820