Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
31/08/2018 às 09:13 - 0 ano(s), 8 mês(s), 21 dia(s), 03 hora(s), 48 minuto(s) e 16 segundo(s)
Alta do dólar faz preço de produtos subir no RS
Alta do dólar faz preço de produtos subir no RS

A alta do dólar ultrapassou o patamar de R$ 4 no último dia 22 e ligou o sinal de alerta do consumidor cearense. Os efeitos já podem ser sentidos no dia a dia, com produtos apresentando preços elevados. Outros devem sofrer mudanças graduais.

 

A Gasolina mais cara contribui para que o consumidor abasteça menos. "Para a Petrobras, os fatores determinantes são a variação cambial e o preço do barril no mercado internacional. Naturalmente, os derivados sofrem com esse aumento. É o caso do gás de cozinha", afirma Bruno Iughetti, especialista em petróleo e energia. "Passa da refinaria para a distribuidora. A distribuidora repassa para o posto. No fim da equação está o cliente, que paga mais caro pelo litro", destaca.

 

Os primeiros movimentos de alta, sentidos na gasolina, vão demorar um pouco mais. "Pelo menos em 20 dias não sofreremos um aumento do gás de cozinha", ressalta. Mas o diesel, outro combustível importante para a matriz de transportes, deve sofrer elevação nas duas primeiras semanas de setembro.

 

Não é só isso. A alta vai afetar os alimentos que chegam via frete ao Estado, especialmente os derivados do trigo. O pão francês e o macarrão já entraram na mira do reajuste.

 

Com relação ao combustível que abastece as aeronaves, o mercado pode absorver perdas por dois ou três meses. "Mais uma vez, a própria empresa aérea consegue absorver os impactos da oscilação do câmbio. Pode deixar a operação mais onerosa, mas não irá prejudicar diretamente o consumidor".

 

 

 

Curta e Compartilhe no Facebook

Google+

 

 

 


Veja mais sobre Economia [+ notícias]

Última Edição

Tribom Social

Confira aqui as principais notícias da região

Fórum do Leitor do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!

 

 

 

 

Visitantes: 19133