Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
07/04/2018 às 11:09 - 0 ano(s), 9 mês(s), 14 dia(s), 06 hora(s), 47 minuto(s) e 35 segundo(s)
Justin Bieber continua livre de processo por pichação no Rio
Justin Bieber continua livre de processo por pichação no Rio

O astro canadense Justin Bieber segue livre do processo judicial por pichar um muro no Brasil, isso porque o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) negou o pedido feito pelo Ministério Público (MP) de reabrir a ação e efetivamente punir o cantor. A solicitação foi negada porque, em 2013, ficou acordado entre a justiça e o cantor que o processo seria arquivado caso Bieber pagasse cerca de R$ 20 mil ao Instituto Nacional do Câncer (Inca) - e o cantor pagou.


O acordo entre a justiça e o cantor é chamado de Transação Penal, que nada mais é que um acordo em que o réu concorda em cumprir as determinações do juiz e, assim, o processo é extinto (sem nenhum julgamento) e não existe nenhum tipo de condenação.


Com isso, o crime não entra para a ficha criminal do acusado.


Se o pedido do MP fosse aceito, o cantor não poderia mais cumprir penas alternativas e precisaria responder "normalmente" novos processos caso tivesse mais problemas com a justiça brasileira. Mas não é o caso, já que o TJRJ tomou uma decisão favorável ao cantor.


O pedido de reabertura foi feito em 2017, quando Justin Bieber retornou ao país para apresentar shows da Purpose World Tour.

 

 

Justin Bieber picha muro no Rio de Janeiro


Durante a passagem de sua turnê mundial Believe ao Brasil, em 2013, o cantor Justin Bieber - que já havia se apresentado em São Paulo - resolveu aproveitar suas horas livres no país para explorar a cidade do Rio de Janeiro. Em meio ao desafio de despistar os paparazzis e as centenas de jovens histéricas na frente do Copacabana Palace, o cantor resolveu visitar uma boate de strippers na cidade.


Desde o primeiro dia, a passagem do cantor pelo Rio de Janeiro foi uma polêmica, mas nada se compara a lembrança que o cantor deixou em um dos muros da cidade. Durante a noite, Justin Bieber saiu com sua equipe de seguranças e resolveu pichar a parede do antigo Hotel Nacional, em São Conrado, na Zona Sul do Rio.


Depois que as imagens foram divulgadas, a Polícia Civil - que investigava a ação - resolveu procurar o cantor e puni-lo, já que o jovem não tinha permissão judicial (ou do proprietário do edifício) para grafitar a parede.

 

 

Irritado com os Brasileiros


Ainda durante Believe Tour - turnê que rendeu assunto sobre o cantor no Brasil - o cantor chamou a atenção por ficar extremamente irritado com os fãs paulistanos no show que aconteceu na Arena Anhembi. Perto do final do show, Bieber - que começou o show depois de 1h15 de atraso - foi atingido por um objeto jogado por um fã que derrubou o microfone do cantor.


Irritado, o cantor saiu imediatamente do palco e não cantou "Baby", um de seus maiores sucessos. Os fãs, em coro, tentaram fazer o cantor voltar e finalizar o show, mas nada feito. Justin Bieber deixou São Paulo (e os fãs) com uma música a menos na setlist.

 

 

 

Curta e Compartilhe no Facebook

Google+

 

 

 


Veja mais sobre Música [+ notícias]

Última Edição

Tribom Social

Confira aqui as principais notícias da região

Fórum do Leitor do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!

 

 

 

 

Visitantes: 16507