Risco de queda do Cruzeiro no Brasileiro aumenta e ultrapassa os 73%; veja os números

Clube celeste mineiro está cada vez mais próximo da Série B.

Risco de queda do Cruzeiro no Brasileiro aumenta e ultrapassa os 73%; veja os números

Colecionando resultados negativos a cada rodada, o Cruzeiro parece caminhar para um encontro inédito com a Série B. Segundo o Departamento de Matemática da UFMG, a Raposa tem 73,1% de risco de ser rebaixada.

Nesse domingo, o Cruzeiro empatou com um adversário direto. O time de Abel Braga vencia a Chapecoense por 1 a 0 até o último minuto do jogo, quando levou o gol de empate. O resultado deixou o clube ainda mais próximo da queda para a Segundona.

Agora, o Cruzeiro está com 22 pontos, na 18ª posição. O CSA está em 17º, com 25. O primeiro clube fora da zona de rebaixamento é o Ceará, com 26. 

Risco de rebaixamento
Chapecoense - 96,7%
Avaí - 95,8%
Cruzeiro - 73,1%
CSA - 43,5
Ceará - 36,6%
Fortaleza - 22,3%
Fluminense - 10,4%
Atlético - 7,7%
Botafogo - 7%
Vasco - 6,2%

Pontuação


O Departamento de Matemática da UFMG calcula que um clube com campanha de 43 a 45 pontos tem boas perspectivas de seguir na primeira divisão. Com 41 ou menos, o risco de rebaixamento é grande.

45 pontos - 0,65%
44 pontos - 2,6%
43 pontos - 8%
42 pontos - 19,1%
41 pontos - 36,4%
40 pontos - 56,8%
39 pontos - 75,4%

Sequência do Cruzeiro


Em busca de recuperação, o Cruzeiro terá 13 jogos restantes pelo Campeonato Brasileiro. Veja a sequência final do time celeste:

São Paulo (casa)
Corinthians (fora)
Fortaleza (casa)
Botafogo (fora)
Bahia (casa)
Athletico-PR (fora)
Atlético (casa)
Avaí (casa)
Santos (fora)
CSA (casa)
Vasco (fora)
Grêmio (fora)
Palmeiras (casa)