Ingressos do Rock in Rio, que começa em quatro dias, são oferecidos no Twitter

Ingressos do Rock in Rio, que começa em quatro dias, são oferecidos no Twitter

Falta menos de uma semana para começar o Rock in Rio 2019, mas o festival tem apenas três dos sete dias esgotados. Apesar de a organização ter anunciado que não havia mais ingressos disponíveis em abril, as entradas voltaram a ficar à venda em agosto.

Segundo o Rock in Rio, a reabertura das vendas se deu devido a "boletos bancários emitidos e não confirmados e cashback de cartões de crédito". Na ocasião, a cota de ingressos era tratada como pequena, mas ainda é possível comprá-los para cinco dos sete dias de festival.

No Twitter, o Itaú --patrocinador master, que oferece desconto para as entradas-- está oferecendo ingressos a pessoas que demonstraram interesse e fã-clubes de artistas das datas que ainda não esgotaram. O perfil do banco na rede social distribuiu entradas tanto para clientes quanto para não clientes do Itaú. Ingressos foram oferecidos a influencers e também a usuários com poucos seguidores.

Até o último fim de semana, as únicas datas esgotadas do Rock in Rio são 4 de outubro, o "dia do metal", que tem o Iron Maiden como headliner, e 10 de outubro, com shows de Muse e Imagine Dragons. Agora, o primeiro dia, sexta (27), com show de Drake, também está esgotada.

Todos os outros dias --de Foo Fighters, Bon Jovi, Red Hot Chili Peppers e P!nk-- ainda possuem ingressos à venda no site oficial do evento.

Essa venda "extraordinária" também aconteceu na edição anterior do Rock in Rio, em 2017, mas, quando o festival começou, todos os 700.000 ingressos colocados à venda estavam esgotados. Ainda assim, naquela ocasião, três dias tiveram as entradas esgotadas em poucas horas no lote "extra".

Em 2015, apesar da carga diária ter sido menor --85.000 contra os atuais 100.000--, os ingressos se esgotaram com cinco meses de antecedência. Em 2013, todas as entradas foram vendidas em horas.

Segundo o Itaú, o banco "adquiriu, como faz em todas as edições, uma cota de ingressos para fazer ações de marketing e relacionamento."

O Rock in Rio de 2019 já teve uma baixa. A rapper americana Cardi B, que alegou motivos pessoais, cancelou a apresentação que faria no primeiro dia do festival. A cantora pop Ellie Goulding vai ocupar o espaço no palco por onde também passará Drake.

Os ingressos para cada um dos sete dias de Rock in Rio custam R$ 525, com opção de meia-entrada e a cota com 15% de desconto para os clientes do Itaú. As entradas estão sendo vendidas no site do evento.

ROCK IN SÃO PAULO

Alguns shows de artistas do Rock in Rio em São Paulo também têm ingressos à venda para todos os setores. Entre eles estão Black Eyed Peas, Weezer, Seal e Nickelback no Ginásio do Ibirapuera.

O caso mais chamativo, entretanto, é o do Muse. Depois de não ter lotado o Allianz Parque em 2015, a banda anunciou novamente um show no estádio do Palmeiras, com capacidade de mais de 40.000 pessoas, no dia 9 de outubro. Recentemente, a apresentação trocou de lugar --saiu do Allianz e foi para o Ginásio do Ibirapuera, com menos de um quarto da capacidade.

Curiosamente, o Muse é um dos únicos headliners que já teve seu dia esgotado no Rock in Rio. No festival carioca, contudo, o trio britânico divide a escalação com Imagine Dragons, Nickelback e King Crimson, entre outros.

Há também ingressos para todos os setores dos shows de Jessie J e King Crimson no Espaço das Américas. As apresentações de Dave Matthews Band (Ginásio do Ibirapuera), Bon Jovi (Allianz Parque) e Iron Maiden (Estádio do Morumbi) têm pelo menos um setor com entradas esgotadas.

A exceção é o Slayer, banda de heavy metal que já teve todos os quase 8.000 ingressos vendidos para seu show no Espaço das Américas. O grupo está rodando o mundo com sua turnê de despedida dos palcos.