Fotos inéditas do quarto em que Michael Jackson faleceu são divulgadas.

Remédios, anotações e uma estranha boneca de porcelana são alguns do objetos do Rei do Pop.

Fotos inéditas do quarto em que Michael Jackson faleceu são divulgadas.

A vida e morte do rei do pop ganhará mais um projeto cinematográfico que já está dando o que falar e causando polêmica entre seus fãs.  Desta vez se trata de “Killing Michael Jackson”, uma série documental que recolhe os depoimentos dos três policiais que entraram pela primeira vez no quarto em que cantor faleceu em junho de 2009.

Antes de uma emissora de televisão britânica lançar o primeiro episódio, algumas imagens do cômodo em que o artista foi encontrado sem vida vazaram na Internet, revelando remédios e uma boneca.

De acordo com o Infobae, agulhas e poemas presos nas paredes também foram alguns dos objetos encontrados pelos oficiais.

Os detetives Orlando Martinez , Dan Myers e Scott Smith descreveram o quarto como um lugar "caótico" e repleto de medicamentos.

A produção estreará próximo ao décimo aniversário da morte de Jackson (25 de junho), que faleceu de intoxicação aguda por propofol, um poderoso anestésico usado pela estrela como calmante para dormir.

O professor François Chast revelou à AFP que esta substância “não deveria estar em uma casa, a menos que seja equipada com uma sala de cirurgia” logo após a morte de cantor.

As doses de propofol eram administradas por Conrad Murray, médico pessoal de Jackson, quem o encontrou sem respirar e com um pulso fraco no dia da sua morte. Murray cumpriu dois anos de prisão por homicídio involuntário.