Festival de Cinema de Gramado seleciona cinco longas gaúchos para mostra competitiva em 2019

Pela primeira vez, disputa vai contar com categoria destinada exclusivamente a produções do Rio Grande do Sul. Festival será realizado de 16 a 24 de agosto na Serra. Palácio dos Festivais, em Gramado, é palco do evento Edison Vara/PressPhoto A organização do 47ª edição do Festival de Cinema de Gramado anunciou nesta terça-feira (23) os cinco longas-metragens gaúchos que irão participar da mostra competitiva que ocorre em agosto na Serra do Rio Grande do Sul. Veja a lista de filmes abaixo. Pela primeira vez, a disputa conta com uma categoria de Melhor Filme destinada exclusivamente a produções do estado. A mostra de longas gaúchos já foi realizada em outras edições, mas não era competitiva. De acordo com a organização do evento, a iniciativa é uma forma de valorizar o cinema local e atende a uma demanda das entidades de cinema do Rio Grande do Sul. Outros filmes, selecionados para as demais categorias, já haviam sido divulgados. O festival será realizado de 16 a 24 de agosto no Palácio dos Festivais, em Gramado. Confira os longas gaúchos selecionados: 'Plauto, um sopro musical' Do diretor Rodrigo Portela, é um documentário que conta a vida e a obra do músico gaúcho Plauto Cruz, considerado um dos melhores flautistas do Brasil. Este é o primeiro longa de Portela, que já dirigiu os curtas "Continuidade" (1997), "Só Algumas para mostrar a Vocês" ( 2001), "Rango" (2007) e "Reflexo" (2017), além de ter sido co-roteirista do longa "Noite de São João" (2003). Elenco: Zé Adão Barbosa, Evelyn Ligocki, Lucian Krolow, Miguel Vicente Cirone, Fabricio Vigueras. 'Os Pássaros de Massachusetts' Dirigido por Bruno de Oliveira, é um drama que narra a história de Sofia, Fernanda e Bruno, que se conhecem durante um inverno em Porto Alegre. Estreante em longas-metragens, Bruno já dirigiu diversos curtas, entre eles A Antologia de Antonio (Mostra de Tiradentes 2017) e Maçãs em Fogo (Festival de Gramado 2018). Elenco: Sofia Nóbrega, Fernanda Detoni, Bruno de Oliveira, Michel Legrand. 'Disforia' O filme de Lucas Cassales é um misto de ficção e suspense psicológico. A trama conta a história de Dário, um psicólogo que volta a atender crianças depois de um trauma pessoal. Sua primeira paciente é Sofia, uma menina de 9 anos que provoca sensações angustiantes nas pessoas que a cercam. Um turbilhão se reinicia na vida de Dário, trazendo culpas e fantasmas que ele pensava estarem enterrados. Cassales já dirigiu os curtas "Sofá Verde" (2010), "Sebo" (2009), "Abismo" (2013) e "O Corpo" (2015), que recebeu os Kikitos de Melhor Filme e Fotografia na mostra competitiva de curtas-metragens brasileiros (CMB) no 43º Festival de Cinema de Gramado, e o Prêmio do Júri da Crítica no Paris Courts Devant. Elenco: Rafael Sieg, Isabella Lima, Vinícius Ferreira, Juliana Wolkmer, Janaina Kremer, Ida Celina Weber. 'Super Tinga herói de dois continentes' Dirigido por Luciano Moucks e Luciana Rodrigues, a produção é sobre o Super Tinga, herói que nasceu nos quadrinhos de super-heróis de um morador da periferia, virou monumento público em Porto Alegre, série de TV, Game e gerou outros heróis que também viraram monumentos públicos em diversas cidades. Super Tinga também é herói dos africanos. Elenco: Paulo das Neves 'Raia 4' O filme que também concorre na categoria de longas-metragens brasileiros (LMB) é dirigido por Emiliano Cunha. Na história, Amanda é uma atleta de natação pré-adolescente. Silenciosa e reservada, encontra segurança em seu próprio mundo: debaixo d'água, onde os segredos não podem ser ouvidos. Sem a atenção dos pais, aproxima-se de Priscila, uma colega de treino, que se torna sua adversária. Cunha já dirigiu os curtas "O Cão" (2011), "Lobos" (2012), "Tomou café e esperou" (2013) e "Sob Águas Claras e Inocentes" (2015). Recentemente, dirigiu quatro episódios da série "A Benção" (Canal Brasil). Elenco: Brídia Moni, Kethelen Guadagnini, Fernanda Chicolet, Rafael Sieg, José Henrique Ligabue, Fernanda Carvalho Leite, Arlete Cunha.

Festival de Cinema de Gramado seleciona cinco longas gaúchos para mostra competitiva em 2019

Pela primeira vez, disputa vai contar com categoria destinada exclusivamente a produções do Rio Grande do Sul. Festival será realizado de 16 a 24 de agosto na Serra. Palácio dos Festivais, em Gramado, é palco do evento Edison Vara/PressPhoto A organização do 47ª edição do Festival de Cinema de Gramado anunciou nesta terça-feira (23) os cinco longas-metragens gaúchos que irão participar da mostra competitiva que ocorre em agosto na Serra do Rio Grande do Sul. Veja a lista de filmes abaixo. Pela primeira vez, a disputa conta com uma categoria de Melhor Filme destinada exclusivamente a produções do estado. A mostra de longas gaúchos já foi realizada em outras edições, mas não era competitiva. De acordo com a organização do evento, a iniciativa é uma forma de valorizar o cinema local e atende a uma demanda das entidades de cinema do Rio Grande do Sul. Outros filmes, selecionados para as demais categorias, já haviam sido divulgados. O festival será realizado de 16 a 24 de agosto no Palácio dos Festivais, em Gramado. Confira os longas gaúchos selecionados: 'Plauto, um sopro musical' Do diretor Rodrigo Portela, é um documentário que conta a vida e a obra do músico gaúcho Plauto Cruz, considerado um dos melhores flautistas do Brasil. Este é o primeiro longa de Portela, que já dirigiu os curtas "Continuidade" (1997), "Só Algumas para mostrar a Vocês" ( 2001), "Rango" (2007) e "Reflexo" (2017), além de ter sido co-roteirista do longa "Noite de São João" (2003). Elenco: Zé Adão Barbosa, Evelyn Ligocki, Lucian Krolow, Miguel Vicente Cirone, Fabricio Vigueras. 'Os Pássaros de Massachusetts' Dirigido por Bruno de Oliveira, é um drama que narra a história de Sofia, Fernanda e Bruno, que se conhecem durante um inverno em Porto Alegre. Estreante em longas-metragens, Bruno já dirigiu diversos curtas, entre eles A Antologia de Antonio (Mostra de Tiradentes 2017) e Maçãs em Fogo (Festival de Gramado 2018). Elenco: Sofia Nóbrega, Fernanda Detoni, Bruno de Oliveira, Michel Legrand. 'Disforia' O filme de Lucas Cassales é um misto de ficção e suspense psicológico. A trama conta a história de Dário, um psicólogo que volta a atender crianças depois de um trauma pessoal. Sua primeira paciente é Sofia, uma menina de 9 anos que provoca sensações angustiantes nas pessoas que a cercam. Um turbilhão se reinicia na vida de Dário, trazendo culpas e fantasmas que ele pensava estarem enterrados. Cassales já dirigiu os curtas "Sofá Verde" (2010), "Sebo" (2009), "Abismo" (2013) e "O Corpo" (2015), que recebeu os Kikitos de Melhor Filme e Fotografia na mostra competitiva de curtas-metragens brasileiros (CMB) no 43º Festival de Cinema de Gramado, e o Prêmio do Júri da Crítica no Paris Courts Devant. Elenco: Rafael Sieg, Isabella Lima, Vinícius Ferreira, Juliana Wolkmer, Janaina Kremer, Ida Celina Weber. 'Super Tinga herói de dois continentes' Dirigido por Luciano Moucks e Luciana Rodrigues, a produção é sobre o Super Tinga, herói que nasceu nos quadrinhos de super-heróis de um morador da periferia, virou monumento público em Porto Alegre, série de TV, Game e gerou outros heróis que também viraram monumentos públicos em diversas cidades. Super Tinga também é herói dos africanos. Elenco: Paulo das Neves 'Raia 4' O filme que também concorre na categoria de longas-metragens brasileiros (LMB) é dirigido por Emiliano Cunha. Na história, Amanda é uma atleta de natação pré-adolescente. Silenciosa e reservada, encontra segurança em seu próprio mundo: debaixo d'água, onde os segredos não podem ser ouvidos. Sem a atenção dos pais, aproxima-se de Priscila, uma colega de treino, que se torna sua adversária. Cunha já dirigiu os curtas "O Cão" (2011), "Lobos" (2012), "Tomou café e esperou" (2013) e "Sob Águas Claras e Inocentes" (2015). Recentemente, dirigiu quatro episódios da série "A Benção" (Canal Brasil). Elenco: Brídia Moni, Kethelen Guadagnini, Fernanda Chicolet, Rafael Sieg, José Henrique Ligabue, Fernanda Carvalho Leite, Arlete Cunha.