Cientistas criam primeiro laboratório para produzir carne no espaço

A empresa israelense de alimentos que cultiva bifes, a Aleph Farms, divulgou a ideia de criar um laboratório para produzir carne no espaço sideral.

Cientistas criam primeiro laboratório para produzir carne no espaço

Ao anunciar a novidade nesta semana, a empresa afirmou que havia dado “um pequeno passo para o homem e um grande salto para a humanidade”, já que eles conseguiram cultivar o material a bordo da Estação Espacial Internacional a 339 quilômetros de distância de qualquer recurso natural.

O método de produção de bifes cultivados baseia-se em imitar um processo natural de regeneração do tecido muscular que ocorre dentro do corpo da vaca, mas sob condições controladas. O procedimento acontece em  condições de microgravidade em uma máquina de impressão 3D, desenvolvida pela 3D Bioprinting Solutions.

O método de ponta, foi desenvolvido para que o ser humano possa produzir alimentos em condições extremas, sem desperdiçar terra, água e gerar poluição. Isto sem contar no desafio de alimentar a população em rápido crescimento, prevista para atingir os 10 bilhões até 2050. O grande objetivo da empresa –  cofundada com a incubadora de tecnologia alimentar The Kitchen, é: “Possibilitar na Terra o acesso incondicional a carne segura e nutritiva a qualquer hora, em qualquer lugar e usando recursos mínimos”, segundo um dos fundadores.

A missão de fornecer acesso à nutrição de alta qualidade a qualquer momento e em qualquer lugar de forma sustentável é um desafio crescente para todos os seres humanos, entretanto, deve-se tamb;em discutir ética e limites. Até que ponto podemos exceder nosso espaço na Terra (que já causamos um estrago) e começar a colonizar o espaço? 

A carne e o desmatamento
 
A pecuária é responsável por 80% do desmatamento da Amazônia, que somente em julho deste ano perdeu 2.254,8 km². Grandes empresas alimentícias são cúmplices no desmatamento da maior floresta tropical do mundo. O Brasil é o maior produtor de carne do mundo, mas a que custo estamos mantendo este título?