Brasil luta, mas perde para França e dá adeus à Copa do Mundo feminina

Equipe brasileira saiu atrás no placar, buscou empate, mas acabou eliminada com gol de Henry

Brasil luta, mas perde para França e dá adeus à Copa do Mundo feminina

O sonho acabou. Pelo menos na Copa do Mundo de Futebol Feminino não dá mais para a seleção brasileira. Neste domingo, Marta e cia entraram em campo com a difícil missão de enfrentar a França, dona da casa, pelas oitavas de final e acabaram sendo eliminadas na prorrogação.

O primeiro tempo equilibrado mostrou que o Brasil não daria refresco para as francesas, com marcação forte e tentando jogar no contra-ataque. As donas chegaram a abrir o placar, mas o VAR anulou o gol ao marcar falta na goleira Bárbara.

No início da segunda etapa, Gauvin abriu o placar após cruzamento rasteiro de Diani. O Brasil manteve a postura em campo de esperar por uma escapada no ataque. E deu certo. Após sobra na área, Thaísa bateu no canto e deixou tudo igual.

Na prorrogação, Debinha teve a chance clara de dar a vitória às brasileiras, mas foi da capitã Henry o gol que selou a classificação francesa. Final, França dois, Brasil um. Valeu, guerreiras!

Pelo Grupo B da Copa América, a Argentina espantou a má fase e venceu o Catar por dois a zero, em Porto Alegre. Lautaro Martínez e Aguero fizeram os gols. Na Arena Fonte Nova, a Colômbia derrotou o Paraguai por um a zero, gol de Cuellar, volante do Flamengo, e manteve a campanha 100%, com três vitórias em três jogos. 

No sábado, a seleção de Tite deu show e goleou o Peru no Itaquerão, em São Paulo. Cinco a zero para o Brasil, com gols de Casemiro, Firmino, Everton Cebolinha, Daniel Alves e William. Agora, o time comando por Tite aguarda o restante da rodada para conhecer seu próximo adversário. O Brasil termina a fase de grupos em primeiro no grupo A, com sete pontos, seguido da Venezuela, que bateu  a Bolívia por três a um e ficou com o segundo lugar. O Peru, mesmo com a goleada sofrida para o Brasil, também avança como um dos melhores terceiros colocados.

Nesta segunda, dois jogos encerram a fase de grupos. No Maracanã, o Chile, já classificado, encara o Uruguai na luta pela liderança. No Mineirão, o Equador mede forças contra o Japão. Quem vencer, será o adversário do Brasil nas quartas. Em caso de empate, quem se classifica e encara a nossa seleção é o Paraguai. A bola rola para os dois compromissos a partir das oito da noite, horário de Brasília.